COMUNICAÇÃO INTERNA NAS ORGANIZAÇÕES PÚBLICAS: UMA ANÁLISE ACERCA DO PROCESSO COMUNICACIONAL DA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE PICOS

  • Catiana Gonçalves Martins
  • Cícero Eduardo Walter
Palavras-chave: Comunicação interna, Setor Público, Informação

Resumo

Cada vez mais as organizações reconhecem que a comunicação interna e o engajamento dos colaboradores são requisitos fundamentais para o bom desempenho organizacional. A comunicação interna tornou-se essencial para as melhores práticas de desenvolvimento e organização das instituições. Nesse sentido, o objetivo deste artigo é analisar a importância da comunicação interna nas instituições públicas, em especial, na Secretaria Municipal de Educação de Picos, apontando que, uma comunicação que se desenvolve com fluidez facilita o andamento e o progresso de qualquer processo empregado nesse ambiente. Os dados foram coletados por meio da aplicação de uma entrevista estruturada à gestora da Secretaria, bem como por meio do levantamento e análise dos principais instrumentos utilizados no processo de comunicação da secretaria. Os resultados apontam que o departamento em estudo não possui um padrão exclusivo para a transmissão de informações e comunicados e que o fluxo de informações e a comunicação, dentro da Secretaria, transcorrem de forma eficiente, sem maiores desvios ou transtornos em seu curso, porém, a despadronização pode gerar diversas interpretações dos receptores não atendendo o objetivo principal da comunicação.

Biografia do Autor

Catiana Gonçalves Martins

Especialista em Gestão Pública Municipal pela Universidade Federal do Piauí.

Cícero Eduardo Walter

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí.

Referências

CHIAVENATO, Idalberto. Comportamento Organizacional: a dinâmica do sucesso das organizações. São Paulo: Thomson, 2005.

CHIAVENATO, Idalberto. Gerenciando Pessoas. São Paulo: Makron Books, 1994.

CURVELLO, J.J.A. Comunicação Interna e Cultura Organizacional – 2. ed. rev. e atual. – Brasília: Casa das Musas, 2012.

GIL, Antônio Carlos. Como Elaborar Projetos de Pesquisa. 5. Ed. São Paulo: Atlas, 2010.

JAMIL, G. L. Gestão da informação e do conhecimento em empresas brasileiras: estudo de múltiplos casos. Belo Horizonte: C/ Arte, 2006.

KUNSCH, Margarida M. Krohling. Comunicação Pública: direitos de cidadania, fundamentos e práticas. In: MATOS, Heloiza (org.). Comunicação pública: interlocuções, interlocutores e perspectivas. São Paulo: ECA/USP, 2012, pp. 13-22.

LAGE, Guilherme; TEIXEIRA, Diogo; CALIJORNE, Natalia; MELGAÇO, Itamar. O desenvolvimento da comunicação no setor público. Disponível em: < http://www.convibra.com.br/upload/paper/2014/38/2014_38_10379.pdf>. Acesso em: 26 de dezembro de 2018.

LAUDON, Kenneth C.; LAUDON, Jane P. Sistemas de informação gerenciais: administrando a empresa digital. 5. ed. São Paulo: Prentice Hall, 2004.

MARINI, Caio; MARTINS, Humberto Falcão. Governança em ação. Brasília: Publix Editora, 2009.

MATOS, Gustavo Gomes de. Comunicação Empresarial sem Complicação. 3º Edição. Barueri – Sp: Manole, 2014.

MEDEIROS, R. A Comunicação Interna numa Organização Pública.
Dissertação.(Programa de Pós-graduação em Administração) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2006. Disponível em:
. Acesso em 15 de Novembro de 2018.

NASCIMENTO, Lebna Landgraf. Processo e Práticas de Comunicação em Empresas
Públicas da Esfera Federal: análise das redes sociais digitais. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/27/27154/tde-24112014-115815/pt-br.php>. Acesso em 27 de dezembro de 2018.

OLIVEIRA, L.C.F.S. Comunicação Empresarial. Lavras: UFLA/FAEPE, 2004.

SOUZA, E. E. de. A proteção do conhecimento e da informação nas organizações contemporâneas: um estudo em empresas de base tecnológica.
Dissertação (Mestrado em Administração). Faculdades Integradas Dr. Pedro Leopoldo. Pedro Leopoldo, 2008.
Publicado
2019-10-08