COLOCAÇÃO PROFISSIONAL DO EGRESSO DE TECNOLOGIA EM GESTÃO FINANCEIRA DA FATEC-OSASCO

  • Hellen de Almeida Santos FATEC - Osasco
  • Bruno dos Santos FATEC - Osasco
  • Claudio Emerick de Andrade FATEC - Osasco
  • Fernando de Almeida Santos FATEC - Osasco e PUC-SP
Palavras-chave: Tecnólogo em Gestão Financeira, Egresso, Mercado de Trabalho, Currículo

Resumo

Este artigo tem como objetivo avaliar, em dois momentos, o curso de Tecnologia em Gestão Financeira (TGF) da Fatec Osasco. Primeiramente, considerando o mercado de trabalho, por meio de pesquisa quantitativa sobre empregabilidade e, posteriormente, analisar a matriz curricular do curso, considerando as diretrizes curriculares nacionais e outros cursos bem avaliados. No primeiro momento foram entrevistados 35 alunos, sendo considerado o período de 2011 a 2016. A partir dos dados foi identificado que o crescimento profissional de cada um apontando que o curso impactou positivamente em 65,6% dos entrevistados, ajudando na conquista de um emprego nesta área. Com o crescimento das instituições de ensino, tornou-se importante a comparação das informações e os componentes curriculares de cada uma delas. No segundo momento, em 2020, foram analisadas as matrizes dos cursos com nota 4 e 5 no Enade (Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes) 2018, separando cada matéria de acordo com a sua formação. O objetivo é identificar aspectos similares da composição curricular, contribuir para a melhoria dos cursos e ajudar na identificação do melhor perfil para a escolha de uma instituição.

Biografia do Autor

Hellen de Almeida Santos, FATEC - Osasco

Graduanda em Tecnologia de Gestão Financeira

Bruno dos Santos, FATEC - Osasco

Graduando em Tecnologia de Gestão Financeira

Claudio Emerick de Andrade, FATEC - Osasco

Graduando em Tecnologia de Gestão Financeira

Fernando de Almeida Santos, FATEC - Osasco e PUC-SP

Pós-Doutor em Ciências Contábeis e Doutor em Ciências Sociais
Professor da FATEC-Osasco
Professor do Mestrado Profissional em Ciências Contábeis, Controladoria e Finanças da Pontifícia
Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP)

Referências

AGÊNCIA IBGE NOTÍCIAS. Cempre 2017: Pessoal assalariado com nível superior em empresas e outras organizações cresce 53,8% entre 2009 e 2017. Disponível em: . Acesso em 22/6/2020
BRASIL. Demanda do mercado aumenta procura por cursos superiores de tecnologia. MEC/2012 - 26/03. Disponível em:. Acesso em 15/11/2017.
BIAVATTI, J. A.; DEITOS, R. A. O impacto da formação profissional ofertada, por meio do programa Pronatec, para a ocupação de vagas de postos formais de trabalho, entre 2011 e 2015. Acta Scientiarum. Education, v. 41, n. 1, p. e37765, 2 jan. 2019.Disponível em:. Acesso em 24/5/2020
CAMARGO, Arlete Maria Monte de; CASTRO, Alda Maria Duarte Araújo. Expansão da educação superior e formação de professores nos estados do Pará e do Rio Grande do Norte. Educ. rev., Belo Horizonte , v. 32, n. 4, p. 119-146, Dec. 2016 . Disponível em: . Acesso em 24/5/2020
FACULDADE CNEC ITAJAI. Graduação Tecnólogo em Gestão Financeira. Disponível em: . Acesso em 17/52020.
FATEC-OSASCO. Institucional. São Paulo, 2015. Disponível em: . Acesso em: 15/9/2017
G1. Assalariado com nível superior ganha em média 219% mais, diz IBGE. Disponível em: . Acesso em 15/11/2017
GOUVÊA, Maria Aparecida e ONUSIC, Luciana Massaro e MANTOVANI, Daielly Melina Nassif (2016). Qualidade e lealdade ao curso no ensino superior. Revista de Administração da Universidade Federal de Santa Maria, 9 (1), 26-45. Disponível em: https://pdfs.semanticscholar.org/0308/83864a9821dab9647b5dc9fc9c96cd64e97a.pdf Acesso em 7/10/2020.
JOSÉ, D. Qualificação profissional: sua relevância como ferramenta de desenvolvimento da carreira. Disponível em:. Acesso em 15 nov. 2017
MARTINS, B.; OLIVEIRA, S. Reflexões sobre a empregabilidade dos jovens provenientes de cursos superiores de tecnologia. Revista Pensamento Contemporâneo em Administração, 11(1),37-54. Disponível em: Acesso em 24 mai.2020
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Diploma dos tecnólogos vale para concurso e pós-graduação. Disponível em: . Acesso em 04 jun.2020
______. PORTAL INEP. Conceito Enade. Disponível em: . Acesso em 26 mai.2020.
______. Portaria INEP nº 239. Brasil, 10 de Junho de 2015. Disponível em:. Acesso em: 15/ set. 2015.
______. Portaria INEP nº 473. Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior. Disponível em:
. Acesso em 05.jun.2020
______ Portal INEP. Indicadores de qualidade/Resultados. Disponível em:. Acesso em 10 mar.2020

RIBEIRO, A.Encontrar o primeiro emprego está cada vez mais difícil. Disponível em:. Acesso em 13 out. 2017.
RIBEIRO, A. F. M.; VIEIRA, A. M. D. P.Relação entre a formação continuada e os recursos tecnológicos, na percepção de professores da educação superior. Acta Scientiarum. Education, v. 40, n. 1, p. e37198, 2 fev. 2018. Disponível em:. Acesso em 24 mai.2020
RIBEIRO, C. V. dos S. e LEDA, Denise B. e SILVA, Eduardo P. A expansão da educação superior pública e suas implicações no trabalho docente. Revista Educação em Questão, 51 (37), 147-174. 2015.Disponível em: . Acesso em 24 mai.2020.
ROTTA, M.; BATISTELA, A. C.; FERREIRA, S. R. Ambientalização curricular no ensino superior: formação e sustentabilidade nos cursos de graduação.Disponível em:. Acesso em 24 mai.2020
SANTOS, F de A. . Estudo Comparativo dos Cursos Superiores de Contabilidade no Brasil e na Argentina. 2007. Tese de Doutorado em Ciências Sociais. Programa de Estudos Pós-Graduação em Ciências Sociais, da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. 2007.
SILVA, E. B. Análise comparativa das instituições privadas de ensino: estudo sobre as matrizes curriculares dos Cursos de Ciências Contábeis Do Estado De São Paulo com maior aprovação no Exame de Suficiência do Conselho Federal De Contabilidade. Dissertação apresentada à Banca Examinadora da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, como requisito parcial para a obtenção do título de Mestre em Ciências Contábeis e Atuariais, sob a orientação do Prof. Dr. Fernando de Almeida Santos.. São Paulo: PUC-SP. 2019.
SOUSA, E.; GONCALVES, C.. Satisfação com a Formação Superior e Transição para o Trabalho. Rev. psicol., Santiago , v. 25, n. 1, p. 01-20, 2016 . Disponível em . Acesso em 24 mai. 2020.
SOUSA, J.V. de; SEIFFERT, O. M.L. B .; FERNANDES, I. R.Acesso e expansão de graduação de alta qualidade no brasil: outros indicadores de qualidade para uma educação superior. Educ. rev., Belo Horizonte, v. 32, n. 4, p. 19-47, dez. De 2016. Disponível em. Acesso em 24 de junho de 2020.
WIGGERS, Natan, &LUNKES, R. J., & de SOUZA, P.C.Estudo sobre a relação entre funções, salário e formação acadêmica. Enfoque: Reflexão Contábil, 34(2),1-14.(2015). [fecha de Consulta 24 de Maio de 2020]. ISSN: 1517-9087. Disponível em: Acesso em 24 de junho de 2020.
Publicado
2020-12-21